HISTÓRIA

 

PRIMEIRO ALAMBIQUE EM 1922

João Xavier Borges, fazendeiro e boiadeiro, construiu seu primeiro alambique em 1922, as margens do riacho Palmitos, onde , já havia construído em 1918 a sede da Fazenda Palmitos.Mesmo com as limitações tecnológicas da época, graças ao seu espírito empreendedor e pioneiro, equipou a propriedade com água encanada, maquinas e equipamentos agrícolas disponíveis na época para a produção agrícola.

Em seu engenho, produzia açúcar , rapadura, melado e a cachaça, que na época era conhecida como cachaça XAVIER, cuja produção, anos depois teve continuidade com seus sobrinhos e netos.

Em 1991 seus netos construíram um novo alambique, em outro ponto da propriedade, sempre as margens do riacho Palmitos. Com as novas instalações,veio a evolução do produto, aliando as tradicionais praticas da produção artesanal mineira, com as modernas técnicas da produção artesanal controlada, moagem, fermentação, e destilação do produto, e envelhecimento.

Sempre preservando a tradição mineira de fazer a cachaça artesanal, novas embalagens foram criadas.

A marca CHICO MINEIRO foi uma homenagem ao lendário e folclórico peão de boiadeiro , cantado em verso e prosa, e sobretudo uma homenagem ao fundador e pioneiro JOÃO XAVIER, que por mais de meio século, cavalgou as estradas do centro oeste mineiro, levando e trazendo boiadas, e que deixou de herança para filhos, netos e sobrinhos o amor pela vida rural , pela pecuária principalmente o gostopela boa cachaça de Minas.

FASES DA PRODUÇÃO DA CACHAÇA CHICO MINEIRO

1 º– A CANA DE AÇÚCAR , A COLHEITA E A MOAGEM

 

A CHICO MINEIRO tem canaviais próprios, renovados periodicamente.Quando a cana atinge o ponto ideal, madura e bem doce, a colheita é feita manualmente, sem queimada.A moagem é feita no mesmo dia,com a cana limpa de impurezas, produzindo um caldo fresco e puro.​

3º A DESTILAÇÃO

 

Uma vez atingido o ponto certo, o mosto desce para os alambiques de cobre, aquecidos por vapor controlado, com todo cuidado e capricho,sem pressa, vai sendo destilado e acompanhado de perto pelo alambiqueiro . O vapor do mosto é resfriado lentamente, e dali sai a tradicional cachaçaartesanal, que é classificada e separada em cabeça, coração e cauda.A CHICO MINEIRO é originaria de um único conjunto de alambiques,​

2º -A FERMENTAÇÃO

 

O caldo da cana , ou garapa, segue para as dornas de fermentação, todas em aço inoxidável, onde é formado o mosto,obedecendo sempre ao tradicionalmétodo artesanal de Minas, a base de fubá de milho especialmente elaborado para este fim, sem uso de produtos químicos ou aditivos.Dai, resulta uma excelentelevedura, com aroma agradável e cor característica.​

4º - ENVELHECIMENTO E EMBALAGEM

 

A fração da cachaça destilada, classificada como coração , segue para dornas de aço inox, onde é feito controle de acidez, graduação, teor de cobre etc.Em seguida a cachaça inspecionada vai para os barris de carvalho onde fica pelo período necessário de armazenamento em toneis de carvalho.Depois, é duplamente filtrada,na própria fazenda, onde é engarrafada, selada e embalada.​

REPRESENTANTES

Seja um representante da CHICO MINEIRO em sua cidade ou região.Envie sua proposta para nosso email:

Clique Aqui.

REDE SOCIAL
  • Facebook ícone social
  • Instagram